Resultados da sua pesquisa

A Associação

Prezado Pousadeiro,

 

Objetivos

  • Representar os anseios e interesses de seus associados, dentro do município e fora dele, contribuindo para o desenvolvimento e fortalecimento da atividade empresarial que representa;
  • Discussão de temas que afetam direta e indiretamente a atividade do turismo e de seus associados em nossas reuniões mensais;
  • Divulgar informações do ponto de vista institucional, legal e comercial;
  • Promover e fomentar as atividades de capacitação e qualificação de seus associados e seus funcionários;
  • Estabelecer parcerias comerciais com empresas fornecedoras, visando obter benefícios aos seus associados na aquisição de bens e serviços indispensáveis à manutenção da atividade hoteleira.

Fonte: Pacto das Entidades

 

Ações

    • Divulgação das Pousadas associadas, Eventos e parcerias através do Site e do Facebook da APB;
    • Representação no Conselho Municipal de Turismo;
    • Participação no Conselho Municipal de Segurança;
    • Representação no Pacto das Entidades, composto pelas entidades: AHB, Aceb, SindSol, Búzios Convention & Visitors Bureau e APB;
    • Parcerias comerciais com o BCVB com a finalidade de solidificar mercados nacionais e internacionais já existentes e visando ampliar novos mercados;
    • Representatividade ao pleitear benefícios e/ou proteger direitos dos associados, como por exemplo: Tarifas diferenciadas na ProLagos e Negociação de descontos em rodadas de negócios, etc;
    • Consultoria Jurídica.
    • Desconto para máquinas de cartão de crédito e débito.

O que é Associação?

Cooperar é um bom negócio

A Lei nº 10.406/2002, em seu art. 53, define associação como: “Constitui-se as associações pela união de pessoas que se organizem para fins não econômicos”. É formada por pessoas naturais (ou físicas, como denominadas na área tributária) que têm objetivos comuns, exceto o de auferir lucro por meio da pessoa jurídica, e que possuem objetivos e finalidades diferentes entre si. No entanto, unem-se nessa nomenclatura por possuírem características semelhantes e básicas. Excepcionalmente é permitida a admissão de pessoas jurídicas como associadas de cooperativas. Para ingressar em uma cooperativa, a pessoa jurídica deverá ter por objeto as mesmas atividades econômicas que os demais associados pessoas físicas (ou atividades correlatas). São também admitidas nas cooperativas as pessoas jurídicas sem fins lucrativos (Lei nº 5.764, de 1971, art. 6º, inciso I). Associação, em sentido amplo, é qualquer iniciativa formal ou informal que reúne pessoas físicas ou outras sociedades jurídicas com objetivos comuns, visando superar dificuldades e gerar benefícios para os seus associados.

 

Formalmente, qualquer que seja o tipo de associação, pode-se dizer que a associação é uma forma jurídica de legalizar a união de pessoas em torno de necessidades e objetivos comuns. Sua constituição permite a construção de melhores condições do que aquelas que os indivíduos teriam isoladamente para a realização dos seus objetivos.

As associações assumem os princípios de uma doutrina que se chama associativismo e que expressa a crença de que juntos pode-se encontrar soluções melhores para os conflitos que a vida em sociedade apresenta.
Esses princípios são reconhecidos no mundo todo e embasam as várias formas que as associações podem assumir: OSCIP, cooperativas, sindicatos, fundações, organizações sociais, rede de empresas e clubes.

Principais Características

De modo geral as associações caracterizam-se por:

1. reunião de duas ou mais pessoas para a realização de objetivos comuns (lembrando que a lei não define o número legal para criar uma associação);

2. seu patrimônio é constituído pela contribuição dos associados ou de seus membros, por doações, subvenções. Não possui capital social, por isso dificulta a obtenção de financiamento junto às instituições financeiras;

3. seus fins podem ser alterados pelos associados;

4. seus associados deliberam livremente;

5. são entidades do direito privado e não público.

Seguem as principais características das associações e algumas definições que possibilitarão uma compreensão básica sobre aspectos relacionados a gestão, finalidade e tributação.

A associação então é a forma mais básica para se organizar juridicamente um grupo de pessoas (físicas ou jurídicas) para a realização de objetivos comuns.

Finalidade

• Defesa e promoção dos interesses das pessoas (físicas e/ou jurídicas) que a constituíram.

• As associações, de acordo com a sua finalidade, podem ser classificadas em 3 grupos principais:

1. aquelas que têm por fim o interesse pessoal dos próprios associados, sem objetivo de lucro, como as sociedades recreativas ou literárias;

2. as que têm objeto principal a realização de uma obra estranha ao interesse pessoal dos associados, e que fique sob a dependência da associação ou se torne dela autônoma, por exemplo, as associações beneficentes. Embora seus associados possam visar ao interesse pessoal, sua finalidade primordial é a de prover uma obra de caridade em benefício de terceiros;

3. as associações que têm por finalidade principal ficarem subordinadas a uma obra dirigida autonomamente por terceiras pessoas.

Fonte: Biblioteca SEBRAE


CONTATO

Pousada
Proprietário
Seu e-mail
Sua mensagem

Associação das Pousadas de Búzios – info@apbuzios.com.br

Compare Anúncios